quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

ANDANDO POR PARIS!



ANDANDO POR PARIS!


Andar pelas ruas de Paris é uma loucura e, ao mesmo tempo, uma delícia. São avenidas largas, bem sinalizadas, arborizadas e floridas. No centro histórico, o movimento de carros, ônibus e pessoas é intenso.


                                                    Avenidas largas e movimentadas




Já quando saímos desse limite, as coisas tendem a se acalmar. Você vai caminhando e, de repente, se depara com ruazinhas estreitas onde, às vezes, a largura da rua permite passar apenas um carro. O contraste é uma loucura, mas com sua beleza garantida e deliciosa!

                                                      
                                                         
                                                                                                            Ruas estreitas



Uma coisa curiosa com a qual me deparei é que não vi lombadas. As ruas são livres e também não tem um semáforo em cada esquina como, às vezes, encontramos aqui no Brasil. A Champs Elysiées tem 4 faixas para subir e 4 para descer, super bem sinalizada, com faixas de pedestres e semáforos em alguns pontos, uma pequena divisória entre as mãos e, apesar da loucura em determinados pontos, todos respeitam. É claro que não existem buracos nas ruas e calçadas. Os motoristas buzinam muito e, às vezes, esbravejam ao volante, chegam a colocar o braço para fora do carro e brigar um pouquinho, mas no cenário maravilhoso dessa cidade, isso é apenas um detalhe que chega a passar despercebido.

                                       Muito movimento sempre, mas organizado, à moda francesa

Também um pouco fora dos limites do centro histórico, você vai conhecer uma cidade diferente, com mercados menores onde vale a pena entrar e se deliciar com os frios para preparar seus lanches com preços ótimos. Várias lojas de tudo o que você puder imaginar desde roupas, calçados, padarias, souvenirs e cafés por todos os lados, inclusive fica aqui uma dica: algumas estações de metrô tem lojas com preços imperdíveis. Vale a pena conferir! Você pode encontrar calçados de inverno por 15 euros. Se sair para os bairros mais distantes um pouco, vai se deparar com uma cidade onde a sensação é de que ali não é Paris, pois a calmaria é infinitamente grande.


                                                                   Café com variedades

                                                                                   Muitas lojas em uma rua estreita


                                                                    Comércio variado por todas as ruas

                                                                                    Tranquilidade 


                                                    O que você procurar, com paciência, vai encontrar


Além de ser a “cidade luz”, é também a cidade das flores. Por onde se passa tem um jardim florido, bem cuidado e colorido. É claro que no inverno, o colorido das flores dão espaço ao branco maravilhoso da neve. Mesmo assim, Paris com frio e neblina não é uma cidade somente cinza. Ela é lindíssima!

                                                                              Flores e canteiros pelas ruas



                                                        Um pedacinho dos jardins de Luxemburgo - pura beleza

                                              Praça próxima à Catedral de Notre Dame vista do alto da igreja

                                                                                 Jardim próximo à Torre Eiffel

Também é uma cidade onde tudo é mega, desde as ruas, os museus que, mesmo aqueles considerados menores, são grandes. Os jardins são imensos, com lindos gramados bem cuidados e, literalmente, desenhados. Bancos espalhados por todos os lados fazem parte do cenário, caso você queira sentar para fazer um lanche, apreciar o movimento ou ainda descansar da sua caminhada. Paris é uma cidade para ser conhecida de todas as formas, seja de bike, metrô, ônibus de turismo e, principalmente, a pé.


                                                 Praça próxima ao Aquário de la Porte Dorée

                                         Pequena amostra da grandiosidade de Paris no Museu da Marinha

                                             Busto com altura aproximada de 4 metros (Museu da Marinha)

                                                          Grandiosidade e beleza no Museu da Ciência e Arquitetura



                                 Literalmente, embaixo da Torre Eiffel - tamanho e perfeição imponentes

                        Champ de Mars ou Campo de Marte - uma das maiores áreas verdes de Paris

                                                        Praça em frente à Catedral de Notre Dame vista do alto

                                                                     Museu dos Inválidos dedicado ao exército francês

                                                        Jardim próximo ao Grand Palais e Petit Palais

                                                                 Uma parte do jardim do Museu de Rodin

                                               Majestoso tapete verde do Museu de Rodin

A cidade tem 16 linhas de metrô e 302 estações que formam 220 km de trilhos. Sendo assim, a expressão: “Paris, por baixo parece um queijo suíço” é uma grande verdade. Se não souber andar de metrô, não se preocupe, em Paris você vai aprender com facilidade, mesmo sem falar o idioma. Em todas as estações os mapas são muito claros e objetivos, fáceis de entender. Tudo é muito organizado para que qualquer pessoa se locomova de metrô. Nas ruas existem mapas da cidade presos em uma estrutura metálica ou em bancas de jornal, em tamanho grande.  A bicicleta é outro meio de transporte muito utilizado pela população. Fora do centro histórico, é muito agradável caminhar pela tranquilidade e calmaria que se encontra, mas a grande delícia de Paris é que essa cidade consegue nos encantar porque ela é uma mega cidade daquelas que você encontra tudo o que você quer a qualquer hora e, ao mesmo tempo, nas ruazinhas estreitas a impressão que temos é que estamos em uma cidadezinha pequena do interior.

                                                                Ônibus de turismo. Tem também na cor vermelha

                                                            Nos pontos de ônibus sempre um mapa para se localizar

                                                            Muito arborizada nos dá sensação de paz e tranquilidade

                                                                     Você aluga a bike e sai pedalando pela cidade.

                                                                                       Tuileries em um domingo

                                                                           Estação de metrô sempre movimentada

                                                                       Estação próxima ao Castelo de Versailles

Paris é uma cidade que merece muitas visitas, pois a cada vez que você passar por ela, vai descobrir algo novo, diferente e que vale a pena!

                                                                 Cantos charmosos dos jardins do Museu de Rodin


                                                                                   Sempre muito grande

                                                                  Charmoso esse pedaço dos Jardins de Luxemburgo

                                                                      Música em vários lugares por onde passar

                                      Detalhe do artista trabalhando na Praça dos Artistas em Montmartre

                                                     Corredor de galerias na praça dos Vouges, no bairro Marais

                                                   Todo o charme das tulipas nos jardins do Castelo de Versailles


quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

TORRE ELFFEL



Projetada pelo engenheiro Gustave Elffel, a torre treliça é feita de ferro forjado e sua construção teve início em julho de 1887 e finalizada em março de 1889, para comemorar o centenário da Revolução Francesa. Localizada no Champ de Mars, na maior área verde de Paris e com 324m de altura, ela é a segunda estrutura mais alta da França, ficando atrás do Viaduto de Millau com 343m. Um detalhe importante é que o viaduto foi inaugurado em dezembro de 2004, ou seja, 115 anos depois, o que dá à Torre Eiffel um valor ainda maior.



Champ de Mars, no coração de Paris -  um tapete verde magnificamente trabalhado

Pela internet, o valor do ingresso para visitação está na casa de 57 euros para adultos. Quando estive lá paguei um valor bem menor que esse (13,40 euros) e fui até o topo da torre. Aconselho a comprar o ingresso nos guichês que ficam no pé da torre na hora que for subir. A fila é grande, mas anda rápido. Existem 2 formas que subir na torre: até o piso 2 ou até o topo. Vale a pena ir até o topo, pois de lá você tem uma vista de 360º de Paris. É imperdível!

Até o segundo piso é possível chegar pelas escadas, mas para chegar ao topo apenas de elevador com total vista panorâmica. Uma dica interessante é você subir no final da tarde, ainda dia e descer após o anoitecer para que possa ver Paris do alto toda iluminada. Outro cenário deslumbrante!

É no momento em que se posiciona embaixo da torre e olha para os lados e para cima que você tem a real dimensão do tamanho desta obra maravilhosa da engenharia. É impossível mensurá-la apenas por fotos, mas de qualquer forma, segue algumas de vários ângulos para que possa observar e sentir um pouquinho do que é estar nesse lugar grandioso que, todos os anos, recebe em torno de 7 milhões de visitantes.

Sei que falei pouco deste monumento grandioso, mas a Torre Eiffel é assim: não precisamos falar, basta observar e sentir!



























Vista da rua, no ônibus de passeio, é deliciosa a sensação de vê-la pela primeira vez

É muito imponente!


Não é necessário ter conhecimento de engenharia para perceber o quanto é maravilhosa esta obra




















Parte do tapete verde, visto quase do chão








                Embaixo da torre, olhando para cima, essa é a visão que se tem...



                                                                    ...e, mais de perto




















Em vários pontos onde esteja, é fácil vê-la
                                      Busto de Gustave Eiffel no pé da torre





Vista no início da subida, em primeiro plano o Trocadero e, mais ao fundo, La Defense, a parte moderna de Paris





Elevadores. Aqui você está dentro da torre












Detalhe do pé da torre



                               Vista do alto da torre já com a cidade toda iluminada






                         Vista do topo da torre, cidade iluminada e o Rio Sena




Este painel está no topo da torre com todas as capitais e a distância de cada uma delas com relação a Paris




Na saída da torre, tudo organizado por onde passar com muita tranquilidade e segurança





                                      Detalhe de roldana dos elevadores




                                Embaixo da torre, já noite com ela toda iluminada




















Vista saindo da torre por volta de 21h.


Outro espetáculo de beleza e cuidado!